Apologética

igreja Ministério do Espírito Santo de Deus em Nome do Senhor Jesus Cristo

Fonte: Catolicos a Caminho
Autor: Revista Época
Transmissão: Dinamis

Pastora Baby já viu Deus

É dela a igreja Ministério do Espírito Santo de Deus em Nome do Senhor Jesus Cristo

Nas noites de quarta-feira, cerca de 20 pessoas se apertam na pequena sala de uma casa em Botafogo, no Rio, para assistir ao culto da Pastora Baby. Ou melhor, Baby do Brasil. A mais nova e excêntrica religiosa do país comanda as celebrações na igreja que ela mesma fundou, há quatro anos, a do Ministério do Espírito Santo de Deus em Nome do Senhor Jesus Cristo.

Do início ao fim, ela conversa em voz alta com ninguém menos que Ele, Deus: "O Senhor está me dizendo que alguém aqui tem a mãe com câncer", diz, para depois a pessoa se anunciar. Os fieis - ou ovelhas, como baby gosta de chamá-los - são dos mais diferentes tipos: de ex-drogados e criminosos, passando pela irmã da cantora Marisa Monte, Carol.

Aleluia!
O culto de baby tem de tudo. Além de ouvir a voz de Deus, la jura que já se encontrou com Ele, canta músicas gospel e pede o dízimo. "Estou numa bola solta no ar (a Terra), e queria encará-lo. Deus é muito louco", revela.
Desde pequena, Bernardette Dinorá de Carvalho Cidade sempre foi diferente. Aos 8 anos, a menina de Niterói tinha inúmeros pesadelos. Seu pai a levou para um psicanalista, mas ela teve que conviver com aquelas visões. Já madura e famosa, baby Consuelo jurava ter sido seqüestrada por naves espaciais. Hoje, aos 52 anos, a pastora Baby se diz iluminada e afirma: "Sei de quase tudo".

"Segura a onda!"
"Tive experiências barra-pesada. Depois vim a descobrir que era tudo obra de Lúcifer" diz ela. Baby se converteu evangélica há cinco anos. Na época, estava desesperada querendo que Deus aparecesse para ela. A cantora conta que recebeu uma mensagem de Deus através de seu médico particular: "Estive debaixo dos pés da cruz de Jesus e fiquei toda ensangüentada. Eu vi Jesus. Ele é sarado, mas é natural, não aquela coisa musculosa." A partir daí, ela começou a freqüentar os cultos da Sara Nossa Terra e um ano depois, em abril de 2000, fundava sua própria igreja.

Em dezembro de 2001, Baby foi ordenada pastora e, a partir daí, começou a comandar cultos, inicialmente no clube Monte Líbano. Hoje, os cultos acontecem na sede da produtora da cantora, em Botafogo. O sexo é um tema recorrente nos culto e e encontros que Baby promove. Ela pede aos fiéis para "segurar a onda" da carne. A própria pastora jura que não transa desde que se converteu: "Estou em santidade há cinco anos. Pedi a Deus para tirar de mim o desejo e a tentação. E Ele tanto fez que acabou conseguindo".

Volta a pagina